top of page
Botton40mm.png

BLOG

Barco invertido

Meio ambiente, arquitetura e urbanismo integrados criam hotel com mirante em plena planície amazônica


O Mirante do Gavião Amazon Lodge, instalado no município de Novo Airão, AM, é um hotel construído à semelhança de um barco, só que invertido. A obra, que integra arquitetura, paisagem e sociedade, leva assinaturas da arquiteta e urbanista Patrícia O’Reilly e do arquiteto Armando Prieto, com coautoria do arquiteto e urbanista Jean Dallazem.



Com início em 2011 e conclusão em 2014, desde a concepção Patrícia e sua equipe aproveitaram materiais, ferramentas e tecnologias construtivas autóctones, com o intuito de minimizar o impacto ambiental. Como a comunidade ribeirinha constrói, há gerações, barcos de madeira, a sacada foi aproveitar esta mão de obra e fomentar ainda mais o aprendizado da técnica passada de pai para filho.


Exemplo de arquitetura vernacular, o hotel foi feito em madeira-de-lei certificada. Ideal para a prática do ecoturismo, conta com píer que recebe quem participa de expedições no Rio Negro. Os espaços íntimos, sociais, bem como serviços e recreação, foram projetados para interagir com a paisagem.


São apenas sete chalés em meio à vegetação exuberante. Construídos em nível elevado, permitem que a natureza cresça livre e, ao mesmo tempo, evitam a impermeabilização do solo. Elevados em pilotis, os dormitórios se valem da ventilação inferior, que reduz a umidade e a temperatura interna. Superdimensionadas, as suítes com nomes de árvores (como samaúma, castanheira, angelim, aquariquara, entre outras) contam com amplas varandas.


A proposta arquitetônica envolve palafitas, sistema construtivo feito com estacas comumente usado em edificações em regiões alagadiças, de modo a evitar que sejam arrastadas por correntezas. As estruturas interligam-se por meio de sistemas de circulação elevados e deques.


Em meio ao ecossistema amazônico, o projeto traz soluções que utilizam os recursos naturais de maneira sustentável. O resultado é um altiplano instalado em plena planície amazônica, perfeito para observar a imensidão da floresta.



Estudos climáticos de ventilação e de insolação foram feitos para atingir o melhor conforto térmico. Além da ventilação cruzada, que retira o ar quente do interior dos chalés e das áreas sociais, a entrada de luz natural deixa tudo bem iluminado. Estratégias como captação e utilização de águas pluviais, energia solar elétrica e aquecimento de água, tratamento de efluentes e horta orgânica foram aplicadas.


Mirante do Gavião Amazon Lodge

Projeto: Atelier O`Reilly (arquitetura),

Clariça Lima Paisagismo (design de interiores e paisagismo) e Construtora Comercial Tone (gerenciamento e construção)

Área construída: 1.678 m²

Terreno: 27.000,58 m²

Ano: 2014

Localização: Novo Airão, AM


Post retirado da edição 201 da revista Construir, quer conhecer mais?








37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page